segunda-feira, 15 de outubro de 2012

A Voz do Silêncio...


Recanto da Alma...Onde resgatamos o conhecimento de Nós...
Onde o desejo se dilui na água da receptividade interior...
Onde vemos a Alma a florescer no Jardim do nosso Templo...
Criamos raizes... estrutura...
Onde contemplamos com imparcialidade o domínio pessoal da personalidade dividida...
A revelação intuitiva de cada momento nos é reflectida no espelho interior... 
Resgate da firmeza delicada... a palavra sem sombra de dúvida... o desejo ao serviço do EU impessoal...O conhecimento pessoal como irradiação do campo Unitário...
O guerreiro sem espada... mas luz resplandecente no Eco Cósmico em Si....

Ruth Fairfield


2 comentários:

  1. Se o mar adormecer em desvario
    As ondas não mais se formarem
    Se as gaivotas se perderem do ninho
    As árvores mais altas tombarem

    Se o dia não encontrar a manhã
    As nuvens deixarem de chorar água pura
    Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
    As tuas palavras deixarem de ser raiva dura

    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  2. Great post! :) I'm your new Follower! I hope you'll visit my blog sometimes.. Thank you so much!!
    Kisses from VV!!

    ResponderExcluir